5 tendências de mercado para ficar atento em 2021

  • Artigos
tendências de mercado
Compartilhe:

A crise de 2020, provocada pela pandemia da Covid-19, gerou um cenário de instabilidade e transformação que impactou a vida de pessoas e empresas. Não por acaso essas mudanças dão lugar a novas tendências de mercado, que por sua vez devem estar no radar de empresários que querem se ajustar ao novo contexto.

Com a chegada da vacina, a expectativa é de que as coisas voltem ao normal, ainda que em ritmo lento. Porém, a pandemia mudou a perspectiva do consumidor de diversas maneiras, conferindo-lhe um novo comportamento.

Afinal, que mudanças são essas e quais as tendências de mercado que surgiram a partir delas? É sobre isso que falaremos neste artigo. Acompanhe!

Os impactos da pandemia

A incerteza foi, sem dúvida, o principal sentimento que podemos associar a 2020. 

Infelizmente, ainda não podemos nos dizer livres dele. As consequências econômicas ainda estão batendo à nossa porta e não há uma previsão concreta sobre quando o vírus estará fora de circulação.

Dificuldade de obter matéria-prima, alta no preço dos alimentos, do valor do dólar, da taxa de desemprego… Esses e outros agravantes fizeram com que o poder de compra diminuísse e muitos setores fossem impactados pela baixa lucratividade.

Empresas inteiras tiveram que migrar para o modelo home office, mesmo sem dominar completamente as ferramentas tecnológicas que permitem executar o trabalho à distância. A transformação digital teve que ser implementada às pressas.

Tudo isso sem mencionar o isolamento social, que causou uma sobrecarga psicológica na população e reduziu os hábitos saudáveis, tanto de alimentação, quanto de atividade física. 

Por isso, o tópico saúde recebeu uma atenção ainda maior, não só por conta das medidas de prevenção contra à disseminação do coronavírus. 

Tendências de mercado para 2021

Diante de todos esses impactos, é natural que muitas coisas tenham mudado. Após encarar de perto uma crise sanitária tão grave, as prioridades e valores da sociedade já não são os mesmos (se pensarmos em como tudo era em janeiro de 2020, por exemplo).

Independentemente do setor, existem algumas questões que empresários devem analisar ao definir seu plano de ação para 2021. 

Considerar esses aspectos que entraram em evidência ao longo do último ano é o que pode ajudar a reverter a crise e garantir um bom desempenho em um mercado tão competitivo.

Vejamos quais são essas tendências:

1. Responsabilidade social

A responsabilidade social foi uma característica muito importante em 2020 e assim deve continuar sendo. Sendo assim, ações e medidas simples, como a disponibilização de máscaras e álcool gel para seus clientes presenciais, foram uma forma que diversas marcas encontraram de agregar valor à sua imagem.

Por ser um cenário em que toda a sociedade sofreu as consequências da crise, o lado humano das ações teve mais importância do que o marketing do produto em si.

2. Presença online

Com as restrições físicas impostas pela Covid-19, ficou clara a necessidade de investir no ambiente online para se manter no mercado. 

Seja no processo de venda ou no relacionamento com clientes, parceiros e fornecedores, a internet e as ferramentas tecnológicas foram as mediadoras, atuando como um canal que tornou possível a continuidade das operações. 

Os produtores que aderiram às redes sociais, como Instagram e WhatsApp, para propaganda, relacionamento e venda foram aqueles que conseguiram ter um melhor resultado na crise.

Não aderir a esses métodos significou reduzir o poder de alcance do negócio. Como a tendência é de que esse modelo se mantenha mesmo quando a situação normalizar, aprimorar cada vez mais os processos digitais é fundamental para uma estratégia inteligente em 2021.

3. Marketing digital

Seguindo a linha da presença digital, o marketing aqui é uma outra ferramenta importante. Ele é o responsável pelo posicionamento do negócio nesse ambiente online, pela comunicação com o mercado.

Para que todas as ações implementadas sejam reconhecidas e para que o público-alvo seja alcançado, é preciso investir em um planejamento específico, que preza pela análise de dados.

O marketing digital monitora o comportamento desse novo perfil de consumidor e traça estratégias direcionadas, buscando atrair os clientes certos mesmo com uma concorrência tão acirrada. Você pode conferir mais dicas sobre esse assunto no blog da nossa parceira Tropicaiana

4. Funcionalidade e sustentabilidade

Esses são dois valores que se fortaleceram com a pandemia e que são decisivos no momento da compra. O consumidor ainda se preocupa com o preço, é claro, mas agora existem outros critérios que garantem a sua satisfação.

A funcionalidade diz respeito ao quanto aquele produto realmente será útil para ele. 

No caso dos alimentos, por exemplo, além do sabor e de toda a qualidade sensorial, o cliente quer consumir aquilo que contribui para sua saúde. Não é à toa, por exemplo, que o mercado de probióticos está crescendo. 

O consumidor também vem buscando por produtos com denominação de origem e que proporcionem uma nova experiência. Tanto produtos inovadores quanto aqueles de apelo artesanal ou gourmet têm tido igual procura e aceitação, deixando para trás aqueles produtos comuns.

Já a sustentabilidade, por outro lado, diz respeito à preocupação com a manutenção dos recursos naturais do planeta. Se isso já era importante antes, agora ficou ainda mais. 

Reduzir o uso de materiais não recicláveis e respeito às leis ambientais são exemplos de atitudes que o consumidor procura identificar nas marcas com as quais se relaciona. Um exemplo disso são os produtos de origem vegetal, cada vez mais populares no mercado.

5. Facilidade de compra

Além de buscar pela facilidade de comprar por meio de sites e aplicativos, o cliente também quer praticidade na hora de pagar por tudo isso. As contas digitais e os pagamentos via Pix (lançado no ano passado), modernizaram e agilizaram essas transações. 

Consequentemente, é fundamental que as empresas estejam preparadas para disponibilizar esse método e garantir uma experiência de compra cada vez mais completa e satisfatória..

Gostou das dicas sobre as tendências de mercado para 2021? Confira também se vale a pena investir na produção de Queijo Minas Artesanal.