fbpx

Queijo Minas Artesanal: vale a pena investir nesse mercado?

  • Artigos
Queijo Minas Artesanal
Compartilhe:

Café quentinho acompanhado de um bom Queijo Minas Artesanal. Essa é uma tradição em Minas Gerais, um jeitinho típico de receber as visitas em casa que ficou marcada como um verdadeiro patrimônio dos mineiros. 

Por ser uma referência tão forte, não apenas na região do estado, mas também em caráter nacional, investir nesse mercado é bastante promissor.

Ainda que o processo de fabricação desse queijo esteja condicionado a diversas medidas de segurança e de padronização, uma série de fatores contribui para que esse produto represente uma grande oportunidade para produtores.

Se você está ponderando sobre a possibilidade de se inserir nesse mercado, ou já faz parte dele e quer entender melhor suas oportunidades, continue lendo!

O que torna o Queijo Minas Artesanal tão especial?

As diferenças entre o Queijo Minas Artesanal (QMA) e o industrializado já começam na escolha do leite, pois os produtores de QMA utilizam o leite cru ao invés do pasteurizado.

Tendo isso como base, o Queijo Minas Artesanal segue para as etapas de adição de fermento natural, coagulante ou coalho. 

A etapa de maturação é decisiva para o processo. Ela garante o sabor todo especial e marcante ao queijo, sendo que cada região produtora tem sua variação de tempo, podendo durar de meses a anos. 

Isso permite que o consumidor e o mercado estabeleçam uma identificação cultural e regional com o produto, sendo esse um diferencial muito importante quando se trata do fortalecimento de tradições.

A etapa de maturação garante também a segurança alimentar, visto que o queijo é proveniente de leite cru e essa etapa permite que a microbiota do queijo se estabilize.

Qual o potencial desse mercado hoje?

Por ser um produto com características únicas e atributos sensoriais marcantes, o Queijo Minas Artesanal está ganhando cada vez mais espaço no mercado.

O que se tem notado é uma procura cada vez maior por produtos personalizados, exclusivos e fabricados em baixa escala. O consumidor busca pelo diferencial, por algo marcante que lhe proporcione uma experiência nova.

Nesse sentido, tudo aquilo que é produzido em escala industrial e em grandes quantidades acaba ficando em segundo plano, dando espaço para que os queijos de pequenos produtores se sobressaiam.

Outro fator muito interessante que deve ser levado em consideração é o potencial de inovação atrelado a esse produto. 

Ainda que existam regulamentos técnicos que precisam ser seguidos para uma produção que esteja em conformidade com a lei, o produtor tem espaço para inovar na técnica. 

Ele pode ajustar o tempo de maturação, alterar o design do produto e até investir nas embalagens, por exemplo.

O suporte do governo ao produtor rural também tem sido um forte incentivo. Assistência técnica, pesquisa, certificação e modernização têm estado em pauta nos esforços do Governo de Minas ao longo dos últimos anos, visando mudar para melhor a realidade do produtor.

Como a pandemia afetou esse mercado?

A crise gerada pela pandemia da Covid-19 veio para intensificar e fortalecer os diferenciais que o mercado de Queijo Minas Artesanal pode oferecer ao consumidor. 

Assim como qualquer empresário, os queijeiros tiveram que exercitar um olhar mais atento a novas tecnologias e alternativas de comercialização. 

Sair da zona de conforto e buscar oferecer um “algo a mais” se tornou parte da cultura do produtor, seja investindo mais em divulgação local, marketing nas redes sociais ou em serviços de delivery, por exemplo.

Quais os próximos passos para quem quer investir em QMA?

Se você quer se tornar um produtor de Queijo Minas Artesanal ou quer abrir as portas da sua produção para as possibilidades de inovação desse mercado, o primeiro passo é se informar e estudar.

Um dos maiores desafios aqui é garantir ao consumidor um produto seguro e de qualidade. 

Sendo assim, é importante conhecer as características desse tipo de queijo, os detalhes de controle de acidez, os parâmetros de qualidade do leite e claro, toda a legislação vigente.

Precisa de ajuda para começar? Tenha acesso a todas essas informações e materiais de apoio consultando o nosso Cantinho Artesanal.